Fontana de Trevi (Itália)

fontanadetrevi

A Fontana di Trevi, em Roma, é um dos marcos da capital italiana. Afinal, ela tem mais de dois séculos de história (começou a ser construída em 1732, sendo inaugurada em 1761). E, finalmente, após 16 meses de restauração (as obras começaram em 30 de junho de 2014 e custaram cerca de 2 milhões de euros, tendo sido financiada pela grife de moda italiana Fendi), italianos e turistas de todo o mundo puderam redescobrir a beleza deste monumento com a reinauguração da fonte em 2 de novembro de 2015. Mas, é claro que durante o tempo de restauro os turistas não ficaram na mão, ou seja, uma ponte foi montada em torno da Fontana di Trevi e uma pequena fonte foi instalada para recolher as moedas. Foi a forma encontrada para não decepcionar os turistas que, obviamente, buscam os melhores ângulos para aparecer nas fotografias com a fonte ao fundo. Afinal, a Fontana de Trevi é um dos monumentos da Itália mais fotografados do mundo, e não pode deixar de figurar no álbum virtual.

Com 26 metros de altura e 20 metros de largura, a obra de Nicola Salvi (baseado no projeto do arquiteto e escultor Gian Lorenzo Bernini) é uma construção em estilo barroco, que chama a atenção por sua grandiosidade e beleza. Sempre há turistas em volta da fonte, seja para apreciar suas belas esculturas (uma imagem de Netuno em cima de uma carruagem guiada por Tritões com cavalos marinhos que representam os estados de ânimo do mar, um mais bravo e outro mais calmo, uma alusão às condições do mar), tirar fotos ou relembrar uma das mais famosas cenas do filme italiano “La Dolce Vitta” (Federico Fellini), quando a personagem da atriz sueca Anita Ekberg convida o personagem de Marcello Mastroianni para um banho na fonte.

Há muitas lendas envolvendo este famoso monumento, porém a mais famosa é a de que, se o visitante lançar uma moeda de costas para a fonte, sobre o ombro direito, este irá retornar a Roma; se forem duas, um romano ou romana se apaixonará por você; mas se jogar três moedas, não duvide, haverá  casamento. Talvez seja por causa dessa lenda, ou tradição, que este é considerado um dos lugares mais românticos por casais apaixonados.

E você sabe qual o destino das moedas que são lançadas na Fontana todos os anos? O dinheiro é doado a instituições de caridade. A quantidade de moedas por ano chega a quase 1 milhão de euros.

Mas, por que o monumento se chama Fontana di Trevi? A explicação é simples. É que a fonte situava-se, na Idade Média, no cruzamento de três estradas (“tre vie”, ou seja, três vias), onde terminava um dos mais antigos aquedutos, chamado Acqua Virgo, que abastecia a cidade de Roma. É entre estas três ruas que dão acesso à praça que a Fontana di Trevi está localizada.

Como chegar:
De metrô:
A Fontana di Trevi fica próxima à Via del Corso. Pode-se chegar pegando o metrô linha A (sentido Battistini) até a estação Barberini. Na Piazza Barberini, pegar a Via del Tritone (no sentido oposto dos veículos).

Leia mais sobre a Itália – Clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *